Governo cria gabinete de segurança na saúde

Dado os episódios mais recentes de violência contra profissionais de saúde, o Governo decidiu criar um gabinete de segurança na saúde com função de apoio técnico à área governativa da Saúde.

O principal objetivo será possibilitar “uma abordagem mais sistemática dos problemas da violência contra os profissionais da saúde”, referiu a Ministra da Saúde, Marta Temido.

Para isso, será colocado um oficial das forças de segurança junto ao gabinete da Ministra da Saúde para coordenar a avaliação das áreas de maior risco já identificadas. Também serão avaliadas, de uma perspetiva de segurança, as características físicas das instalações de saúde, principalmente de hospitais, e, se necessário, de centros de saúde.

Desta forma, serão “dadas as recomendações adequadas que permitam melhorar as condições de segurança dos profissionais e dos utentes do Serviço Nacional de Saúde”, pode ler-se no comunicado divulgado pela SNS.

A Ministra da Saúde espera que seja feito um diagnóstico das eventuais falhas ou insuficiências, e também que existem intervenções mais pró-ativas de formação dos profissionais de saúde para lidar com a violência.

Outro dos objetivos desta medida é obter “aconselhamento em estratégias preventivas e de instituição de uma cultura de não tolerância face às ações de violência contra os profissionais de saúde para garantir que estão a trabalhar em segurança”. 

Entre janeiro e setembro de 2019 foram reportados quase mil casos de violência contra profissionais de saúde no local de trabalho.

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.