Mais respostas de internamento nos Cuidados Continuados

  • 02 janeiro 2018, terça-feira
  • Gestão

As Administrações Regionais de Saúde (ARS) e o Instituto da Segurança Social (ISS) e vão celebrar contratos-programa com 45 entidades da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI), que darão lugar a 543 novas respostas de internamento em 2018, fez saber o portal da Saúde.

O despacho conjunto dos ministérios das Finanças, do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e da Saúde autoriza as ARS o ISS a assumirem «os compromissos plurianuais no âmbito dos contratos-programa a celebrar com as entidades integradas ou a integrar a RNCCI, no âmbito do funcionamento ou da implementação desta rede».

Os contratos vão abranger 45 instituições, entre as quais misericórdias e IPSS de várias regiões.

O valor a atribuir pelo Instituto da Segurança Social em 2018 será de 3,5 milhões de euros, quando no ano anterior tinha sido de 260 mil euros, num reflexo do aumento do número de contratos realizados pelas ARS para 2018.

Citado pelo portal da Saúde, o Coordenador da reforma dos Cuidados Continuados Integrados, Manuel Lopes, explicou que, no âmbito das medidas previstas no Plano de Desenvolvimento da RNCCI, iniciadas em 2016 e que se prolongam por 2018 e 2019, foi ampliada em 543 lugares a rede geral e foram criados este ano 364 lugares e camas de cuidados integrados de saúde mental.

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.