Projeto do CHUC aposta na capacitação do cuidador informal

  • 02 dezembro 2022, sexta-feira
  • Gestão

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) desenvolveu o projeto “Cuidadores Infor+” que visa o empoderamento dos cuidadores informais, tendo por base as boas práticas de literacia em saúde.

Em comunicado, o CHUC explicou que, com este projeto, pretende-se responder às exigências contemporâneas e futuras de apoio ao cuidador informal, agora com maior proximidade, maior sistematização e integração de vários stakeholders, assumindo-o como parceiro mas, também, alvo de cuidados.

A aposta na capacitação do cuidador informal visa contribuir para um melhor acesso, compreensão e uso da informação nas tomadas de decisão sobre a saúde, sobre a utilização dos recursos disponíveis, sobre direitos e deveres e navegação no sistema de saúde.

“Capacitar o cuidador no contexto do internamento hospitalar, no âmbito do autocuidado e da prevenção de complicações contribui para o regresso a casa, em segurança, da pessoa cuidada”, lê-se em comunicado.

Neste projeto é assegurada diversa informação ao cuidador informal, nomeadamente sobre os direitos de que pode usufruir, os recursos comunitários disponíveis para o apoiar e as estratégias promotoras do seu bem-estar, contribuindo, assim, para facilitar o seu desempenho, reduzir a sobrecarga e promover a satisfação.

Neste sentido, os cuidadores informais capacitados nos vários serviços do CHUC têm, agora, a possibilidade de usufruir deste espaço para acompanhamento e apoio personalizado, assegurado pelo Grupo Institucional “Literacia para a Segurança dos Cuidados de Saúde de Enfermagem”, após referenciação efetuada pelos respetivos serviços clínicos.

A implementação deste projeto conta com a colaboração de vários parceiros institucionais e comunitários, que assegurarão uma resposta integrada e promotora da continuidade de cuidados.

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.