Projeto alerta para perigos da obesidade e diabetes infantil

O Centro Materno Infantil do Norte (CMIN) e o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) apresentam esta sexta-feira, dia 4 de março, Dia Mundial da Obesidade, o projeto “Cuida de Ti”, que pretende alertar para os perigos da obesidade e da diabetes infantil.

O projeto, que inclui também um livro infantil, tem como objetivo alertar para os perigos da obesidade e diabetes pediátricas, salientando a importância do diagnóstico precoce, assim como a implementação de medidas (como uma dieta equilibrada e a prática de exercício físico) para evitar o desenvolvimento de doença crónica na vida adulta.

De acordo com o diretor do Mestrado Integrado em Medicina do ICBAS e diretor do Centro Materno-Infantil do Norte, Alberto Caldas Afonso, “a obesidade é um problema de saúde pública e as evidências científicas mostram que as consequências da obesidade na infância, como a hipertensão ou a diabetes, acabam por acompanhar a criança ao longo de toda a vida” e os dados revelam que a incidência de diabetes tipo 1 entre a população pediátrica está a aumentar e a doença renal diabética continua a ser a principal causa de insuficiência renal a nível mundial.

Em Portugal, segundo o responsável, este é um problema que tem uma dimensão “muito preocupante, com taxas de excesso de peso e de obesidade muito próximas do 30 por cento”, o que coloca o país como um dos países com maior incidência desta doença.

Para chegar às comunidades escolares de todo o país, o projeto conta também com o apoio da Missão Continente na divulgação, reforçando a mensagem da importância de uma alimentação e estilos de vida saudáveis às turmas do pré-escolar, 1º e 2º ciclos do ensino básico das escolas inscritas no programa.

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.