Investimento em Cirurgia Plástica e Queimados no Santa Maria

  • 11 setembro 2018, terça-feira
  • Gestão

O Hospital de Santa Maria, em Lisboa, vai receber um investimento de 10 milhões de euros para melhorar a capacidade de resposta dos serviços de Cirurgia Plástica e de Medicina Intensiva da Unidade de Queimados.

Segundo o Centro Hospitalar Lisboa Norte, onde o Santa Maria está integrado, as obras vão começar brevemente, iniciando-se pelo Serviço de Cirurgia Plástica e Reconstrutiva, com um investimento, já autorizado pela tutela, de 738 mil euros.

Em 2017, o Serviço de Cirurgia Plástica e Reconstrutiva realizou perto de 20 mil consultas e 3.800 cirurgias, tendo passado pelo internamento 937 doentes, valores que superaram os obtidos em 2016, sobretudo pelo aumento da Cirurgia de Ambulatório, de acordo com o CHLN.

O internamento do futuro espaço terá menos camas por quarto, uma medida que visa melhorar o conforto dos utentes. Todos os quartos vão ter casa de banho privativa e haverá também um quarto que pode servir para isolamento.

O objetivo desta remodelação passa, segundo o CHLN, pela continuidade do “processo de diferenciação setorial, designadamente desenvolvendo as áreas de cirurgia craniofacial, maxilofacial e de reconstrução cirúrgica da cabeça e pescoço e mama”.

O investimento de 10 milhões de euros compreenderá a área de Cirurgia Plástica e de Medicina Intensiva da Unidade de Queimados, pretendendo-se aumentar a dotação de camas.

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.