Gripe passa a integrar lista de doenças transmissíveis

  • 06 janeiro 2020, segunda-feira
  • Gestão

A DGS atualizou, através de despacho de 31 de dezembro, a lista de doenças transmissíveis de notificação obrigatória, clínica e laboratorial.

Apesar de não ser de notificação obrigatória no sistema nacional de informação de vigilância epidemiológica (SINAVE), a gripe foi incluída na lista de doenças transmissíveis e nas definições de caso, uma decisão justificada pela relevância que assume a vigilância desta doença por parte das entidades competentes.

O VIH/SIDA passa também a poder ser notificado no SINAVE ou na plataforma SI.VIDA, de acordo com a disponibilidade aplicacional no local da notificação.

O SINAVE foi criado para monitorizar a ocorrência de doenças transmissíveis suscetíveis de constituir um risco para a saúde pública, implementar com rapidez e segurança medidas de prevenção e controlo destas doenças e cortar a cadeia de transmissão na comunidade e ocorrência de novos casos de doença e surtos. A plataforma existe desde 2015, mas foi agora atualizada, passando a permitir a interoperabilidade entre as aplicações informáticas de suporte ao SINAVE, relativas à notificação clínica e laboratorial, operacionalizando as duas componentes no âmbito do sistema.

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.