Garcia de Orta utiliza sistema de monitorização remota na UHD

  • 31 dezembro 2020, quinta-feira
  • Gestão

A Unidade de Hospitalização Domiciliária (UHD) do Hospital Garcia de Orta (HGO) adotou um sistema de monitorização remota de doentes em ambiente internados no domicílio, que permite o alargamento da rede de cuidados.

O objetivo do projeto é que todos os doentes em hospitalização domiciliária possam ser monitorizados remotamente em simultâneo, “o que permite uma gestão mais eficiente de rotas, privilegiando as deslocações essenciais, para rentabilizar os recursos humanos sem colocar em causa a qualidade da prestação de cuidados de saúde”, lê-se em comunicado divulgado.

De acordo com a unidade hospitalar, atualmente, a UHD do HGO tem ao seu dispor seis kits equipados com diversos aparelhos que permitem medir a pressão arterial, a frequência cardíaca e os níveis de oxigénio; um sensor de temperatura; um glicómetro; uma balança (para aferir o peso, a massa corporal e a quantidade de água no corpo); um sensor de queda e botão de pânico com GPS; e um tablet para a realização de videochamadas.

Durante o atual contexto de pandemia, a solução de monitorização à distância tem assumido “maior relevância”, ao permitir ao HGO fazer o acompanhamento dos doentes Covid-19, reduzindo a possibilidade de contágio e aumentando a segurança de todos os intervenientes.

A UHD é composta por uma equipa multidisciplinar de 19 profissionais que garantem a cobertura médica e de enfermagem, durante 24 horas, todos os dias do ano.

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.