Novas extensões de saúde no litoral alentejano

  • 12 março 2020, quinta-feira
  • Gestão

A Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA) quer avançar com a construção das extensões de saúde de Melides, em Grândola, e de Vila Nova de Milfontes, em Odemira, de forma a assegurar melhores condições de saúde na região.

O Presidente do Conselho de Administração da ULSLA, Luís Matias, afirmou existir a possibilidade de avançar com a candidatura ao programa comunitário Alentejo 2020 para os cuidados de saúde primários, incluindo as duas extensões referidas.

A ULSLA prevê investir cerca de 200 mil euros na extensão de saúde de Melides e entre 800 mil e um milhão de euros na extensão de saúde de Vila Nova de Milfontes.

Segundo o presidente da ULSLA, o investimento na nova extensão de saúde de Melides “reveste-se de grande prioridade, já que as atuais instalações apresentam diversas limitações, não assegurando as condições necessárias para a prática de cuidados de saúde à população abrangida”.

O projeto para a extensão de saúde em Melides contempla três gabinetes médicos, uma sala de tratamentos, uma sala de espera, casas de banho para mobilidade reduzida, balneários, um depósito de resíduos e uma pequena farmácia. Atualmente, a unidade de saúde funciona nas instalações da Casa do Povo de Melides.

Já em Vila Nova de Milfontes, o investimento prevê a construção de raiz do edifício da futura extensão de saúde, cujo acordo de cedência de terreno será assinado até à próxima semana.

Caso a candidatura seja aceite, a data de previsão de Luís Matias para a conclusão dos investimentos é 2022.

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.