AR recomenda reforço da resposta em Cuidados Continuados

  • 02 janeiro 2019, quarta-feira
  • Gestão

A Assembleia da República recomendou ao Governo o reforço da resposta do Serviço Nacional de Saúde ao nível dos cuidados continuados, quer a nível de cuidados continuados integrados quer de pessoas em situação de dependência e suas famílias.

No primeiro caso, os deputados pedem um reforço da capacidade de resposta pública da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI), através do aumento do número de unidades de internamento, em todas as suas tipologias, por forma a melhorar a resposta à situação de cada pessoa dependente. Solicitam também o reforço dos cuidados prestados ao domicílio, através do alargamento das Unidades de Cuidados na Comunidade (UCC) a todo o território nacional e do número de Equipas de Cuidados Continuados Integrados (ECCI), por forma a abranger todos os concelhos, melhorando o apoio e o acompanhamento adequados a cada situação da pessoa dependente e conjugando os critérios de dispersão geográfica, dimensão e características demográficas, sociais e epidemiológicas da população.

É também solicitado o reforço de recursos humanos das unidades de internamento, equipas domiciliárias e de ambulatório e também das ECCI.

No caso das pessoas em situação de dependência e respetivas famílias, os deputados pedem que seja reconhecido o direito a apoio domiciliário e a internamento, em unidades da RNCCI, de acordo com as necessidades. Pede-se ainda que seja reconhecido o direito a apoio domiciliário, capacitação, aconselhamento e apoio psicossocial aos cuidadores informais.

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.