Contributos da higiene e limpeza para a prevenção e controlo das IACS

A higienização e manutenção das áreas estruturais do ambiente de prestação de cuidados de saúde é um procedimento que tem de estar protocolado e adaptado a cada área, de acordo com o nível de risco de infeção que cada uma destas áreas representa para o doente.

Na Classificação de Spaulding é definido que “o equipamento não crítico é apenas o que entra em contacto com pele intacta, pelo que pode ser descontaminado onde é utilizado (ex: camas, mesas de refeição e outros carros móveis, etc).

Em 1991, o Centro de Controlo de Doenças (CDC) propôs uma categoria adicional à classificação original de Spaulding, chamada de “superfícies do ambiente”, para contemplar as superficies que não contactam diretamente com o doente durante a prestação de cuidados.

O documento Guideline for Desinfection and Sterilization in Healthcare Facilities (2008), refere que as superfícies de contacto (por exemplo, cama, mesas de cabeceira e outros equipamentos) podem potenciar e contribuir para a transmissão cruzada da contaminação microbiana através do contacto das mãos do pessoal de saúde. Também confirma a existência de forte contaminação microbiana em esfregonas, mopas húmidas e panos de limpeza e a possível propagação da contaminação através deste equipamento.

Quando falamos em IACS, a área de higiene e limpeza é uma das mais críticas, estando por isso incluída no controlo ambiental das Precauções Básicas do Controlo de Infeção (PBCI).

O presente artigo fala dos objetivo e componentes das PBCI e das auditoriais internas que a estas devem estar associadas.

Pilar Rasquilha

Enfermeira

Se quiser colocar alguma questão, envie-me um email para maria.rasquilha@ulsna.min-saude.pt

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.