Contaminantes em Alimentos

A alimentação saudável é hoje em dia um dos assuntos mais abordados na comunicação social. Cada vez mais existe a preocupação sobre a “qualidade ” dos alimentos que consumimos. Esta é uma questão muito difícil de responder para a maioria dos consumidores, uma vez que apenas pela avaliação sensorial não é fácil descrever um alimento do ponto de vista da qualidade ou segurança alimentar. A maioria da indústria, além de naturalmente promover a aceitação organolética pelo consumidor, recorre a avaliações microbiológicas, químicas e nutricionais com o intuito de garantir que produz alimentos seguros.

O crescimento fúngico é sensível à temperatura. A temperatura mínima para o fungo crescer não é necessariamente a mínima para ele produzir toxina, e o mesmo se passa com a máxima. Em geral, a temperatura ótima para produzir toxinas está entre a temperatura mínima e a máxima para ele crescer.

Dado o aumento generalizado da preocupação com os alimentos consumidos, em 2011 foi elaborado um regulamento europeu para a prestação de informação dos géneros alimentícios aos consumidores. Este torna obrigatória a informação sobre os alergénios em alimentos não pré-embalados e pré-embalados, assim como a inclusão nestes últimos de uma declaração nutricional. Embora seja evidente a importância de o consumidor ter acesso a esta informação, um alimento é muito mais que uma soma de nutrientes e listagem dos seus ingredientes.

Contudo, muitas vezes a ingestão numa determinada refeição de alguns alimentos que são determinantes para a nossa saúde não tem clara a descriminação pela declaração nutricional se poderão ser prejudiciais.

Apesar dos perigos biológicos serem aqueles a que se dá maior relevância, dada a facilidade de poderem causar doenças com efeitos quase imediatos, os perigos químicos, muitas vezes apenas associadas a um consumo regular de alguns contaminantes, também podem causar doenças frequentemente até de caráter mais grave, por levarem mais tempo a serem detetados.

Cátia Saraiva

Departamento comercial/Departamento externo (Sagilab)

Artigo publicado na edição nº15 da HS

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.