Ciclo de conferências sobre a integração de cuidados

  • 28 fevereiro 2020, sexta-feira
  • Gestão

A Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH) promove o “Movimento para a Integração de Cuidados”, um ciclo de conferências que decorrerá em três momentos, a partir de março.

No ano de 2020, o “Movimento para a Integração de Cuidados” realizará uma primeira conferência a 12 de março, na reitoria da Universidade Nova, em Lisboa, acerca do ‘Contributo da Investigação’ para integração de cuidados.

Uma segunda conferência decorrerá a 7 de maio, na Universidade de Aveiro, e será dedicada à ‘Gestão de Caso – Case Management’ para a integração de cuidados. A terceira e última conferência deste ciclo acontecerá a 16 de outubro, no Hotel Tryp Lisboa Caparica Mar, na Costa da Caparica, e será focada nas ‘Orientações e recomendações para a integração de cuidados’.

O ciclo de conferências “tem como objetivo a partilha de investigação, do conhecimento, de boas práticas e a promoção de uma ampla discussão entre todas as áreas relevantes para a Integração de Cuidados visando uma melhoria da qualidade do Sistema e a excelência dos resultados de saúde em Portugal”, lê-se em comunicado.

É dirigido a todos os administradores, gestores e profissionais de saúde, assim como a docentes, investigadores e estudantes.

O “Movimento para a Integração de Cuidados” é organizado pela APAH em parceria com a Plataforma da Universidade Nova para a saúde, a NOVAsaúde, a Escola Nacional de Saúde Pública (ESNP-NOVA) e a Portuguese Association for Integrated Care (PAfIC).

Os programas têm início entre as 9 horas e as 10 horas e têm uma duração aproximada de três horas. A participação é gratuita, mas é necessário efetuar uma inscrição prévia. Os interessados poderão assistir às sessões via livestream no Facebook ou no canal da APAH no Youtube.

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.