CHUC aumenta número de serviços e centros de referência certificados

  • 16 março 2021, terça-feira
  • Gestão

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) tem mais dois serviços e seis centros de referência acreditados, quatro deles na área da Cirurgia Geral.

Em comunicado, o CHUC salientou que conta atualmente com 13 serviços e 14 centros de referência acreditados “que se constituem como uma garantia de mais e melhor qualidade na consecução da sua tripla missão, nas vertentes da assistência, da investigação e do ensino”.

Os quatro centros de referência agora acreditados no modelo de acreditação da Agencia Calidad Sanitaria de Andalucia (ACSA) são o “reconhecimento da excelência dos cuidados prestados no Serviço de Cirurgia Geral aos doentes com cancro hepatobiliopancreático, cancro do reto, cancro do esófago e com indicação para transplante hepático”, salientou o diretor do Serviço de Cirurgia Geral, José Guilherme Tralhão.

Segundo o especialista, “tanto quanto é do nosso conhecimento, este é o Serviço de Cirurgia Geral que integra e coordena o maior número de centros de referência no país”.

Os outros dois centros de referência acreditados verificam-se nas áreas do cancro do testículo e do transplante de rim em adultos.

De acordo com o Serviço Nacional de Saúde, o CHUC detém o maior número de centros de referência para patologias complexas e/ou raras, que exigem um “elevado grau de diferenciação técnica e científica, alguns dos quais são referência nacional única”.

O modelo ACSA, adotado pelo Ministério da Saúde português, por ser considerado o que melhor se adapta aos critérios definidos na Estratégia Nacional para a Qualidade em Saúde e por ser um modelo consolidado e reconhecido, visa reconhecer a qualidade das organizações prestadoras de cuidados de saúde, através de um processo que é conduzido pelo Departamento da Qualidade na Saúde da Direção-Geral da Saúde.

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.