Melhorias no acesso a consultas em Entre Douro e Vouga

  • 16 julho 2018, segunda-feira
  • Gestão

O Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV) terminou recentemente a implementação de uma nova zona de acesso à Consulta Externa do Hospital de S. Sebastião, em Santa Maria da Feira. Esta era uma sugestão apresentada por diversos utentes e familiares, que referiam o desconforto sentido na receção da entrada da Consulta Externa sempre que as portas automáticas se abriam, em dias de condições climatéricas adversas.

Para dar resposta à sugestão, o CHEDV criou uma nova zona de acesso, protegida, anterior à entrada da receção. Para o presidente do Conselho de Administração do CHEDV, Miguel Paiva, "a operacionalização desta nova área de acesso à Consulta Externa irá trazer uma melhoria significativa nas condições de acesso dos utentes, principalmente aqueles com maior dificuldade de mobilidade, e um maior conforto para utentes e profissionais de saúde".

Para Maria Armanda, responsável pelo Serviço de Admissão de Doentes, "esta ampliação na entrada da Consulta Externa irá facilitar a circulação dos utentes, através da delimitação das portas de entrada e saída".

Este projeto segue-se à implementação do Utente 360º, que procura promover as melhores práticas no atendimento, utilizando ferramentas tecnológicas para aumentar os canais de atendimento e melhorar a eficiência. Para além do atendimento presencial ao balcão, também é possível o atendimento através de quiosque automatizado no local. Até ao final do presente ano estará operacional um centro de atendimento telefónico, com o qual se completará este projeto de melhoria da comunicação entre o Hospital e os utentes.

No primeiro semestre de 2018 a Consulta Externa do Hospital de S. Sebastião realizou 138.970 consultas médicas, o que representa uma média de 1.120 consultas por dia útil.

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.