Alemanha procura profissionais de enfermagem

Na Alemanha, faltam 35 mil profissionais no setor da enfermagem e dos cuidados geriátricos. O caso não é muito diferente para os obstetras. Até 2030, a falta de pessoal no setor da saúde irá aumentar para um milhão duplicou desde 2017. Até 2030 a falta de pessoal no setor da saúde irá aumentar para um milhão, segundo a PWC. Estes números incluem, para além de 165 mil médicos, 800 mil profissionais não médicos em falta.

Atualmente, é preciso cerca de meio ano para se conseguir uma vaga nos cuidados geriátricos na Alemanha. À semelhança do que vai acontecendo pelo resto da Europa, um número crescente de cidadãos na Alemanha vai precisar deste tipo de cuidados. Esta tendência não afeta apenas os enfermeiros e os enfermeiros de cuidados geriátricos, já que obstetras e parteiros também são um recurso escasso. A iniciativa «Mother Hood», dirigida aos pais, em 2017 emitiu um aviso às grávidas: em diversas partes da Alemanha não podia ser garantido um parto seguro devido ao fecho de maternidades e à falta de médicos obstetras.

Apenas a imigração pode resolver o problema, mas é preciso que os interessados sejam capazes de encontrar o trabalho ideal na Alemanha. É necessário que haja capacidade para unir trabalhadores qualificados e empregadores atrativos, e também para reconhecer qualificações e passar vistos de residência.

O que precisa de saber para trabalhar na Alemanha?

Conhecimentos de alemão do nível B: Conhecimentos do nível B2 são um requisito para trabalhar na área da saúde e da enfermagem. Também é possível efetuar candidaturas com conhecimentos de nível A2. Com cursos de línguas adequados e o apoio da futura entidade patronal, estes conhecimentos podem ser aprofundados na Alemanha e melhorados para o nível B2 requerido. 

Plataforma para quem procura trabalho: Para quem vem de outro país, pode ser dispendioso procurar um trabalho na Alemanha. Como alternativa, os profissionais qualificados de todo o mundo podem registar-se na plataforma de mediação www.employland.de e criar um perfil pessoal. Os empregadores alemães procuram na plataforma novos colaboradores e contactam-nos. O candidato não tem quaisquer encargos com a mediação. Além da mediação, a Employland trata dos pedidos e das formalidades legais como, por exemplo, o visto de residência ou a obtenção do reconhecimento da qualificação, que são requisitos para o exercício de profissões do setor médico. Os custos dos serviços legais são geralmente suportados pela empresa que recrutou um novo colaborador com sucesso. 

Governo federal planeia um acesso mais fácil ao mercado de trabalho alemão: A crise dos profissionais qualificados não afeta só os setores da saúde e enfermagem, sendo evidente em outras áreas. Para contrariar esta tendência, o governo federal planeia facilitar o acesso ao mercado de trabalho alemão com uma lei de imigração para profissionais qualificados. 

Sem uma taxa de imigração correspondente, até 2030 faltarão cinco milhões de trabalhadores na Alemanha, com uma perda de lucros superior a 500 mil milhões de euros, de acordo com o prognóstico da empresa de consultoria Korn Ferry.

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.