561 milhões para a gestão do hospital de Cascais

A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) lançou um concurso público que visa a gestão e a prestação de cuidados de saúde no Hospital de Cascais em regime de parceria público-privada. O concurso tem o valor base de 561.472.256,80 euros.

Atualmente o Hospital de Cascais é gerido pela Lusíadas Saúde em regime de parceria público-privada, com um contrato que terminava em 2018, mas que foi prorrogado por mais três anos, até 31 de dezembro de 2021, de modo a dar tempo à preparação deste novo concurso, que estava atrasado.

Esta nova parceria prevê, para além da prestação de todos os serviços contemplados no atual contrato de gestão do Hospital de Cascais, na parte relativa à gestão clínica:

  • um alargamento do perfil assistencial através da inclusão das especialidades de oncologia médica, de doenças infeciosas e de psiquiatria da infância e da adolescência;
  • a integração da atividade de psiquiatria comunitária na prestação de cuidados de saúde de psiquiatria e a criação do Serviço de Psiquiatria da Infância e da Adolescência;
  • o alargamento da área de influência, passando a ser abrangida por este hospital a população residente no concelho de Sintra, nas freguesias e uniões de freguesias de Almargem do Bispo, Pêro Pinheiro e Montelavar, Algueirão-Mem Martins, Colares, São João das Lampas e Terrugem e de Sintra (Santa Maria e São Miguel, São Martinho e São Pedro de Penaferrim), que atualmente pertencem à área de influência do Hospital Fernando da Fonseca.

A alteração proposta em maio passado quanto à área de influência do Hospital de Cascais “permitirá reorganizar a prestação dos cuidados de saúde atualmente prestados no Hospital Fernando da Fonseca e no Hospital de Cascais, com reflexos no contrato-programa a celebrar com o Hospital Fernando da Fonseca, cujo impacto estimado, à data, ascende a cerca de 21 milhões de euros/ano”, lê-se no despacho de aprovação do lançamento da parceria público-privada para a gestão e prestação de cuidados de saúde no Hospital de Cascais.

As candidaturas podem ser apresentadas até 30 de agosto e os concorrentes são obrigados a manter as respetivas propostas por 180 dias a contar dessa data.

As propostas devem ser entregues até 14 de setembro, sendo que o prazo de execução do contrato é de oito anos. O critério de adjudicação é a relação qualidade/preço e será necessária a prestação de caução de cinco por cento.

Consulte o anúncio em https://dre.pt/application/conteudo/138059416

Newsletter Hotelaria & Saúde

Receba quinzenalmente, de forma gratuita, todas as novidades e eventos sobre gestão hoteleira em unidades de saúde e bem-estar.


Ao subscrever a newsletter noticiosa, está também a aceitar receber um máximo de 6 newsletters publicitárias por ano. Esta é a forma de financiarmos este serviço.